Afinal, o que é meditar ?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email

Fala-se muito sobre meditação e seus maravilhosos benefícios, mas ao meditar a única coisa que você sente é uma vontade gigante de sair correndo? Ou sente uma pequena paz momentânea? Ou não sente nada? Bem, os resultados comprovados cientificamente às vezes não estão de acordo com o que sentimos verdadeiramente. E essas sensações são muito subjetivas, dependem do seu estado de espírito, dos acontecimentos da sua vida, enfim, de tudo o que você viveu e está vivendo.
Não fique a espera de um resultado magnânimo ao meditar. Apesar de sentir um alívio enorme, uma sensação de leveza e bem estar, a prática de meditação, assim como outras práticas de Yoga, não são como remédio para dor: tomou, passou! Somente a prática constante pode trazer benefícios profundos e de longa duração.
Podemos pensar que, a princípio, a meditação pode ser apenas um pequeno momento para a tomada de consciência sobre o que se passa verdadeiramente na sua mente. Por isso, pode ser um exercício bem difícil, afinal, vivemos o tempo todo para fora e, muitas vezes levamos um susto ao reconhecer a bagunça de pensamentos, emoções, memórias, tudo junto e misturado, dentro de nós.

 

Aprender a meditar é simplesmente aprender a lidar com a sua mente.

É tornar a sua mente sua amiga. É relaxar em você mesmo. É sentir-se confortável estando onde você está, sendo quem você essencialmente é, Sem precisar provar nada ninguém e nem mesmo para você. Assim, somos capazes de trilhar um caminho de liberdade.
Para começar a prática, precisamos entender alguns elementos importantes:
1- Escolha uma técnica que se encaixe com a forma que você se concentra mais facilmente.
Teste algumas e observe qual delas você se identifica mais. Existem várias técnicas e cada uma é mais adequada para um tipo de indivíduo.
2- Qual o momento mais adequado?                                                                                     Pra mim, o melhor momento é meditar ao acordar. O ideal é não dar muitas opções para sua mente, ela pode te sabotar e a meditação acaba sempre ficando para outro dia.
3- Encontre um local para meditar.                                                                                       Utilize sempre este mesmo local, isso facilita a concentração. Utilize sempre a mesma postura sentada e o mesmo gesto com as mãos. Dessa forma, quando você se posiciona, sua mente entende que este é um momento de introspecção. Criando uma impressão, um caminho que lhe ajuda a chegar mais facilmente ao estado meditativo.
4- Determine um tempo de meditação que seja confortável para você                Meditação serve para acalmar a mente, caso haja muito esforço sua mente ficará ainda mais agitada.
Meditar é aprender a estar confortável com si mesmo. É oferecer alívio a sua mente. Não é o momento de dar atenção aos pensamentos, mas observar que pensamentos fazem parte do seu complexo corpo-mente-espírito. É conhecer-se, reconhecer-se. É criar um espaço entre os pensamentos para ter clareza, para poder deixar desabrochar quem você é, além dos condicionamentos. É estar presente no momento presente, e isso produz ganhos enormes em várias áreas da sua vida. Ouvi essa frase e achei muito verdadeira: “Quando você está em um lugar, pensando em estar em outro, você não está em lugar algum!”.
Leia mais sobre meditação

O dia tem 24 horas...​

Você tem controle sobre o seu tempo?


Outros posts

Alma
user

O que é autopercepção ?

A autopercepção é um substantivo feminino que significa o ato de observar e compreender nossas próprias crenças e comportamentos. No entanto, estamos culturalmente acostumados a

Leia mais

Do You Want To Boost Your Business?

drop us a line and keep in touch